A Grow Energy, através do seu veículo de investmento Grow Solar UPP, S.A., concluiu em Fevereiro a aquisição de um portefólio de 10 Centrais Fotovoltaicas em regime UPP – Unidade de Pequena Produção, localizadas na região do Alentejo.

As Centrais Fotovoltaicas adquiridas encontram-se maioritariamente em operação ou em fase final de construção, atingindo uma potência instalada total de 1,9MW. Com uma capacidade de produção anual de 2,9GWh, o equivalente ao consumo de cerca de 800 famílias portuguesas, permitem evitar anualmente a emissão de 913 toneladas de CO2 para a atmosfera.

Como refere Luís Pereira de Almeida, director geral da Grow Energy, “esta aquisição enriquece o portefólio da Grow Solar UPP e reforça a sua posição enquanto principal investidor em Portugal neste segmento de activos de energia renovável, ultrapassando já a fasquia dos 9MW de potência instalada“. Por outro lado, “trata-se de um portefólio único no mercado e de inegável qualidade, construído em explorações agrícolas dispersas no Alentejo”, acrescenta.

De referir que o regime das UPP foi criado em 2014, ao abrigo do DL 153/2014, tendo sido recentemente substituido pelo DL 162/2019, que veio permitir, entre outros aspectos, o licenciamento de projectos até 1 MW de potência total.